DALTON DI FRANCO

DALTON DI FRANCO
Jornalista, escritor, radialista, administrador de empresas, pós-graduado, professor universitário e Advogado. Ele já foi vereador, deputado estadual e vice-prefeito de Porto Velho (RO)

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

OBRIGADO, PORTO VELHO!!!

Mauro e Dalton são diplomados pelo TRE

O médico Mauro Nazif e o administrador de empresas Dalton Di Franco foram diplomados pelo TRE, através do juízo da 21ª zona eleitoral, eleitos prefeito e vice de Porto Velho, no pleito de 28 de outubro do corrente ano. A solenidade de diplomação ocorreu no dia 14 de dezembro, no auditório da Ulbra. Na ocasião foram diplomados os 21 vereadores eleitos. Mauro e Dalton assumem a Prefeitura de Porto Velho no próximo dia 1º de janeiro de 2013, em um momento muito difícil – o então prefeito Roberto Sobrinho encontra-se afastado do cargo por ordem Judicial enquanto alguns secretários estão presos no presídio Padinha. O outros também afastados, todos acusados de corrupção, conforme as operações Vórtice e Endemia desencadeadas pela Polícia Federal. VOLTA Dalton, que é filho de Rondônia, volta à vida política, 16 anos depois de ter sido deputado estadual (1990) e vereador em Porto Velho (1988). Jornalista, professor universitário, bacharelando em Direito, ele é dono da maior audiência na TV em Rondônia com o programa Plantão de Polícia, apresentado diariamente pela Redetv Rondônia. Especialista em Marketing, Dalton Di Franco tem uma carreira de 40 anos, com passagens por todos os veículos de comunicação de Porto Velho. Sua pretensão em 2012 era aposentar-se. “Mas Deus mudou a minha história”, acrescenta. Dalton e Mauro têm histórias parecidas. Eles iniciaram a vida política em 1988 quando foram eleitos vereador pela mesma coligação. Depois foram eleitos deputados estaduais. Dalton, parou. Mauro, carioca de Barra do Piraí, seguiu, elegendo-se mais duas vezes e depois, deputado federal. Estava agora na metade do segundo mandato. Já havia tentado a Prefeitura três vezes, antes. Mas só agora, com Dalton, como seu vice, conseguiu a vitória. A dupla foi eleita com 142.937 votos. Fonte: O Principal On Line

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Hino de Porto Velho - RO

No Eldorado uma estrela brilha Em meio à natureza, imortal: Porto Velho, cidade e município, Orgulho da Amazônia ocidental, São os seus raios estradas perenes Onde transitam em várias direções O progresso do solo de Rondônia E o alento de outras regiões. Nascente ao calor das oficinas Do parque da Madeira-Mamoré Pela forja dos bravos pioneiros, Imbuídos de coragem e de fé. És a cabeça do estado vibrante: És o instrumento que energia gera Para a faina dos novos operários, Os arquitetos de uma nova era. No Eldorado uma gema brilha Em meio à natureza imortal: Porto Velho, cidade município, Orgulho da Amazônia ocidental.

MOVIMENTO NEGRO PEDETISTA DEFINE METAS E PLANEJA AÇÕES ESTRATÉGICAS

Além dos debates acerca do racismo, preconceito e consciência, o grupo discutiu na sessão, a polêmica das cotas públicas em faculdades e as políticas para as comunidades quilombolas. O combate ao racismo e às desigualdades sociais ganha força em Porto Velho. O Movimento Negro (MN) do PDT de Rondônia apresentou, na segunda-feira, as novas lideranças que atuarão em comunidades da cidade. Com as presenças do vice-prefeito eleito, Dalton Di Franco e do vereador Cabo Anjos, o grupo debateu temas sociais e traçou uma frente de trabalho voltada à participação no congresso da Secretaria Nacional do Movimento no Rio de Janeiro. Para o presidente do MN/RO, o militante neguinho, “este momento é essencial para a elaboração de nossas ações para 2013 e também para alinhamento de procedimentos administrativos que garantam a participação de quatro representantes do Estado no congresso nacional do movimento”. Além dos debates acerca do racismo, preconceito e consciência, o grupo discutiu na sessão, a polêmica das cotas públicas em faculdades e as políticas para as comunidades quilombolas. Planejamento estratégico Para garantir a participação no Congresso Nacional do Movimento Negro, em março, no Rio de Janeiro, será instituída uma comissão provisória para definir os dois delegados e dois suplentes que terão direito à vaga e voto no evento pedetista. Em plenária, ficou aprovada a produção de uma cartilha estadual do MN, segmentada para diversos grupos sociais e camadas populares. Da mesma forma, foi constatada a necessidade de composição de municipais nos maiores diretórios e ações em curto e médio prazo como o “movimento negro nos bairros”, evento que será realizado em praça pública com encontros de culturas, palestras e ações sociais. O vice-prefeito eleito Dalton Di Franco e o vereador Cabo Anjos deflagraram apoio à causa. “Entendemos que esse movimento garante a igualdade de raças, culturas e credos. É preciso valorizar sem preconceito e fortalecer esse ideal aqui dentro, na base é mostrar que o negro tem o seu valor e importância na sociedade”, finalizou Danton. O movimento já conta também com o apoio do senador Acir Gurgacz, que vem trabalhando com ações de cunho educativo em diversas questões sociais. “O racismo ainda está presente em nossa sociedade e precisamos trabalhar juntos para deixar isso para trás”, afirmou o senador. http://newsrondonia.com.br/lerNoticias.php?news=26718

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Mauro e Dalton ouvem reivindicações do Simpi

O prefeito eleito de Porto Velho, Mauro Nazif (PSB), acompanhado vice, jornalista Dalton Di Franco, participou no início da semana de uma reunião com filiados do Sindicato da Micro e Pequena Indústria de Rondônia (Simpi), em Porto Velho. Na Pauta, a importância do segmento para a economia, a atual conjuntura do Estado e perspectivas para o próximo ano. O evento contou a presença do senador Acir Gurgacz (PDT), do presidente regional do PMDB, Tomás Correia, da deputada estadual Epifânia Barbosa, entre outras autoridades de Rondônia. Durante a exposição foi pelo Simpi, foi apresentada uma pauta de reivindicações à nova administração municipal da Capital. Entre as propostas destaca-se a criação de uma secretaria municipal de Produção, que integraria ações das áreas do comércio, indústria e agricultura. Leonardo Sobral, que preside a atual diretoria do Simpe, disse que a sugestão para criação de uma nova secretaria já vem acompanhada de propostas concretas. Ele propôs a implantação de uma espécie de Ceasa, um porto seco e um laticínio. Todos na Capital. em Porto Velho. A criação da Ceasa, segundo antecipou Sobral, seria possível a partir de um novo formato de gestão da atual feira do produtor da cidade, com a participação da iniciativa privada. Ouvido pela reportagem, Mauro Nazif disse que a reivindicação é justa. Segundo ele, a partir de janeiro, a prefeitura vai fazer uma radiografia de todo o setor produtivo da cidade. Mauro destaca a importância de todos os segmentos da sociedade estar em conexão com o poder público. Isso, de acordo com o prefeito eleito, ajuda a incrementar as ações que tragam maiores benefícios para a população. Dalton Di Franco destacou que no plano de governo apresentado à população durante a campanha tem pontos ligados à produção que foram apresentados pelo Simpi. Ele citou a importância do segmento que lidera, em todo o país, o maior número de vagas oferecidas em diversos ramos da atividade econômica.

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Vice-prefeito eleito conhece a estrutura de gabinete na Capital

O vice-prefeito eleito de Porto Velho, jornalista e administrador de empresas Dalton Di Franco (PDT), conheceu ontem, durante encontro com atual vice-prefeito de Porto Velho, Emerson Castro (PMDB), toda a estrutura do gabinete destinado ao cargo de vice-prefeito da Capital. Dalton foi muito cumprimentado por servidores. Ele reafirmou que sua intenção é de servir a população e espera contar com o apoio de todos os servidores municipais, de quem quer ser companheiro de trabalho a partir de janeiro de 2013. Ele foi recebido por Emerson Castro. Durante a visita, que durou cerca de 40 minutos, Dalton recebeu informações da parte logística e estrutural que o gabinete possui hoje, número de servidores lotados, entre outras informações. De acordo com Dalton Di Franco, a estrutura do gabinete é muito boa, mas pode ser ampliada para melhor atender a população. Segundo ele, tudo ainda será conversado com o prefeito eleito Mauro Nazif (PSB). A meta é fazer o melhor para melhor atender as demandas que a Capital possui. Ainda durante a visita, Dalton conheceu, também, a estrutura da Defesa Civil do Município. O departamento é comandado atualmente pelo coronel Reinaldo Raimundo da Silva. Ele mostrou o funcionamento do setor e alertou para o pequeno número de servidores disponíveis. Apenas seis pessoas. Segundo Dalton Di Franco, apesar de uma estrutura mínima, a Defesa Civil vem fazendo um trabalho acima da média. Ele elogiou o empenho da equipe, bem como o trabalho desenvolvido. MAIS PRESENTE Emerson Castro sugeriu que Mauro e Dalton Di Franco sejam mais presentes em obras que não são da prefeitura, mas que estão sendo realizadas dentro da área do município. Ele citou como exemplo as obras dos viadutos. De acordo com Emerson, mesmo sendo uma obra do governo federal, a prefeitura deveria ter sido mais presente. Isso, segundo ele, teria evitado muitos transtornos no segmento normal da obra. Dalton disse que a partir de janeiro, as obras – que são do governo federal, mas que são realizadas em Porto Velho -, terão acompanhamento diário, para que problemas de gestão não tragam transtornos para os moradores.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Mauro e Dalton participam de seminário promovido pelo TCE

O prefeito eleito de Porto Velho, Mauro Nazif, avaliou como muito importante a realização do seminário Gestão Pública Municipal para Início de Mandato, promovido pelo Tribunal de Contas de Rondônia (TCE), em parceria com o Sebrae e Associação de Municípios de Rondônia (Aron). De acordo com Mauro Nazif, o seminário é de fundamental importância porque busca e trabalha junto aos prefeitos eleitos e reeleitos, a prevenção. Segundo ele, antigamente, até por questão de interpretação da legislação, o TCE tinha função puramente punitiva. Hoje, segundo Mauro, isso mudou. Há uma preocupação do tribunal em orientar e ensinar os prefeitos – gestores dos recursos públicos – como utilizar as verbas sem cometer erros em licitações e como proceder em casos onda há falhas em elaboração de projetos, destaca Nazif. O vice-prefeito eleito de Porto Velho, Dalton Di Franco, que participou ontem do seminário Gestão Pública Municipal para Início de Mandato, disse ser oportuna a iniciativa do TCE. Para ele, com eventos desta natureza, o TCE mostra que não é um órgão que está visando punir os gestores públicos, mas sim, orientar para que prefeitos e vices não cometam erros que possam trazer punições futuras. O conselheiro presidente José Euler falou da importância dos novos gestores buscarem a orientação especializada do TCE. A solenidade, bastante concorrida,e contou com a presença de autoridades estaduais, além dos gestores públicos municipais que estarão assumindo seus cargos no dia 1º de janeiro de 2013. Na ocasião, os novos prefeitos puderam se apresentar, falando seu nome e o município que administrarão no quadriênio 2013/16. Também foi feita a leitura do resultado do sorteio realizado pelo Pleno que definiu as relatorias de contas e os municípios, de acordo com sua distribuição regional. José Euler Potyguara Pereira de Mello, ressaltou a importância dos novos gestores públicos estarem preparados para a árdua tarefa que terão pela frente: “Ainda mais no atual momento, com queda nos recursos repassados às prefeituras, dificultando ainda mais a vida, principalmente, dos municípios menores.”

sábado, 24 de novembro de 2012

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Dalton participa de encontro e destaca papel do pequeno empreendedor

O vice-prefeito eleito de Porto Velho, jornalista e administrador de empresas Dalton Di Franco, participou na quinta-feira, à noite, na Capital, da abertura do encontro de prefeitos e vice-prefeitos eleitos em outubro deste ano. No total, mais de 40 prefeitos estiveram reunidos no Salão Netuno do Aquariu’s Selva Hotel, durante a solenidade. O evento foi realizado através de parceria entre Sebrae, Governo de Rondônia e Associação Rondoniense do Municípios. De acordo com a coordenação, o objetivo é incentivar o crescimento econômico das cidades através de programas que busquem trazer para a formalidade, pequenos empreendedores. Em seu discurso, o governador Confúcio Moura disse ser uma satisfação participar deste encontro tão importante, e que gostaria que os prefeitos se interassem pelos modelos que serão apresentados pela Caixa Econômica e Sebrae, que dão boas opções de projetos. “Prefeito tem que trabalhar, não pode correr da luta, pois nossa missão é facilitar a vida dos pequenos como o pipoqueiro,o vendedor de doces, o mecânico de bicicletas, por exemplo. O administrador público deve zelar por seu município, deixar a cidade bonita e bem arrumada”, disse o governador Confúcio Moura. De acordo com o vice-prefeito eleito Dalton Di Franco, que representou o vice-governador Airton Gurgacz no evento, o encontro é importante para que todos os novos prefeitos tenham uma radiografia da atual situação econômica do Estado e, principalmente, do município que vai administrar a partir de janeiro de 2013. Dalton avalia como fundamental o debate, em especial com órgãos que vão ser parceiros em projetos durante o mandato. Ele destacou que no plano de governo apresentado pelo prefeito eleito Mauro Nazif, existem propostas simples, mas eficazes, para ampliar a vinda do pequeno empreendedor para a formalidade. http://oprincipalonline.blogspot.com.br/#!/2012/11/dalton-di-franco-participa-de-encontro.html

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Dalton participa de Fórum para redução de acidentes de trânsito em Porto Velho

O vice-prefeito eleito de Porto Velho, administrador de empresas Dalton Di Franco, participará do Fórum de Aprovação do Plano Estadual de Redução de Acidentes e segurança Viária, que será aberto nesta quarta-feira 21, no Portal das Américas, em Porto Velho. Dalton representará o prefeito eleito Mauro Nazif, que se encontra em Brasília, ainda no exercício de deputado federal pelo PSB. O fórum é promovido pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran). De acordo com a coordenação do Fórum, a meta é reduzir, em pelo menos 50% o número de acidentes no trânsito em Rondônia. Ainda de acordo com o cronograma apresentado pelo Detran, o Fórum, é fruto de muitas cabeças e de um só pensamento: o de preservar vidas, implantando ações que aprimorem a gestão, fiscalização, infra-estrutura viária, saúde, segurança veicular e a educação. Dalton Di Franco destaca a importância de ampliar a discussão em torno de medidas e iniciativas que tenham como objetivo a melhoria do trânsito nas cidades de Rondônia, em especial Porto Velho, líder de acidentes e mortes, segundo estudo nacional. Após o Fórum, o Plano será encaminhado ao diretor-geral do Detran, Airton Gurgacz que encaminhará ao governador e posteriormente à Assembléia Legislativa para se tornar Lei Estadual.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Dalton Di Franco, o vice-prefeito eleito de Porto Velho, anuncia as primeiras medidas

Propostas de vice prefeito eleito têm como foco o enfrentamento às drogas com educação e recuperação de dependentes Com 40 anos de imprensa dedicados ao jornalismo policial, o vice prefeito eleito de Porto Velho, Dalton di Franco, já planeja uma série de ações voltadas a segurança pública com foco para a recuperação de dependentes químicos. "O tráfico de drogas é responsável pela maioria das ocorrências policiais em Porto Velho, direta ou indiretamente", afirmou Dalton, destacando que a redução da busca pelas drogas é um caminho certo para controlar a criminalidade. "Os números à violência só têm crescido e na maioria dos casos estão ligados diretamente ao tráfico de drogas", afirma o vice prefeito. "Os presídios, sejam masculinos ou femininos, estão repletos de gente que foi presa atuando com entorpecentes, em quase sua totalidade", arremata. Para Dalton di Franco, a prefeitura tem as ferramentas certas para enfrentar o problema e mudar a realidade de Porto Velho. A proximidade com a fronteira de países notoriamente produtores de cocaína coloca Porto Velho na rota internacional da droga. "Somos caminho praticamente obrigatório seja dos grandes traficantes quanto dos pequenos comerciantes de droga. É muito comum a prisão de gente que se aventurou no sonho do dinheiro fácil ou no desespero de pagar dívidas e acabou caindo no crime", relata Dalton. "O que esses traficantes têm em comum é apenas a existência do consumidor de drogas. Acho que é nesse ponto que a prefeitura pode atuar, pelo menos em escala local". Dalton di Franco já anunciou que deve retornar em breve seu trabalho de prevenção às drogas nas escolas do município. "Esse trabalho foi interrompido por causa da campanha política, mas não vai parar. Muito pelo contrário: vamos ampliar nossa rede", explicou. A campanha "Saúde Sempre, Drogas Jamais" é realizada em parceria com o senador Acir Gurgacz e com o Conen, que é o órgão estadual que atua em campanhas educativas de prevenção às drogas, assim como também do encaminhamento de dependentes químicos para tratamento. "Vou trabalhar para que a prefeitura seja capaz de reunir as ferramentas dos governos federal, estadual e entidades privadas nesse trabalho educacional e de tratamento de dependentes", adiantou o vice prefeito eleito de Porto Velho. A estrutura, de acordo com Dalton di Franco, já existe. Trata-se do Conselho municipal de Políticas Públicas Sobre Drogas (Comad). De acordo com o presidente do conselho, Orlando Francisco de Souza, em nota divulgada à imprensa na semana passada, o órgão está buscando reorganização para desenvolver um trabalho efetivo. "Vamos apoiar a iniciativa e tornar o Comad seja o braço forte da prefeitura no enfrentamento às drogas. Temos que unir esforços nessa luta que é de todos nós", afirmou o vice prefeito eleito. Resultados Com campanhas educativas e o tratamento dos dependentes químicos, a tendência, segundo Dalton di Franco, é a redução da demanda pelas drogas: "O tráfico passaria a ter o poder de atração que tem hoje, de grandes lucros e de enriquecimento rápido". Por outro lado, a redução do uso de substâncias entorpecentes tem um impacto positivo imediato na cidade. "Menos acidentes, menor criminalidade, a redução nos casos de assassinatos por ajustes de conta e cobranças de dívidas de drogas. Todos temos a ganhar com isso", destaca Dalton di Franco. Dalton di Franco explica que ao longo de sua carreira jornalística ele viu muita desgraça associada às drogas, e que agora chegou a hora de tomar atitudes práticas a respeito. "Já estou cansado de apresentar notícias de jovens matando e morrendo por causa das drogas", desabafa o vice prefeito eleito. "Já vi muitas vidas serem ceifadas por causa de dívidas de dez, 15 ou 20 reais. Os traficantes não perdoam, as drogas não perdoam". Além das ações educativas e de tratamento e reabilitação de dependentes químicos, Dalton aponta medidas como a implantação de policiamento comunitário (em parceria com a Polícia Militar) e apoio direto às entidades que atuam contra as drogas. "Eu e o prefeito eleito Mauro Nazif concordamos que não são as entidades que devem vir pedir auxílio à prefeitura, mas sim a prefeitura que deve procurar as entidades e associações para oferecer apoio. O Comad realiza reunião com conselheiros e comunidade, na próxima segunda-feira, 12, a partir das 14h, na Casa Família Rosetta, na Rua Marechal Deodoro, 1213. O objetivo é chamar a população e os próprios conselheiros para a importância de participar desta reunião, levando suas propostas para que o Comad possa trabalhar ainda mais na prevenção e combate às drogas. assessoria

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Dalton prestigia visita de Brizola Neto a RO

O vice-prefeito eleito de Porto Velho, jornalista Dalton Di Franco, lideranças do PDT da Capital, prestigiaram ontem, na Base Aérea, o ministro do Trabalho Brizola Neto, líder do PDT nacional, que cumpriu agende em Rondônia. Dalton Di Franco (PDT), em nome do prefeito eleito Mauro Nazif (PSB), falou sobre a importância da visita a Porto Velho e do avanço que a pasta importante ocupada por Brizola obteve nos últimos meses. Brizola agradeceu o apoio dos pedetistas e afirmou estar à disposição do prefeito eleito para ajudar, em Brasília, a demandas junto ao governo federal. Muito acessível, Brizola conversou com lideranças do PDT como o ex-vereador e presidente de honra da legenda, Mário Jorge, com o ex-deputado Edson Gazoni, e o vereador reeleito Cabo Anjos. Mário Jorge destacou a importância da visita de Brizola a Porto Velho e, ao mesmo tempo, falou o fortalecimento do PDT em Rondônia com a eleição de Dalton Di Franco para ocupar o cargo de vice-prefeito a partir de janeiro de 2013. Em breve conversa com Brizola, Dalton agradeceu o apoio e elogiou o trabalho feito pelo atual ministro do Trabalho. AGENDA Brizola Neto cumpriu agenda para assinatura do Acordo Nacional Tripartite para a obra da UHE Santo Antônio. Ele destacou o empenho dos trabalhadores que cobraram, com muita responsabilidade, a assinatura de documento importante para a categoria. Preocupado com a segurança e saúde do trabalhador da construção civil, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de Rondônia (Sticcero), Raimundo Soares, o Toco, elogiou a iniciativa do ministro Brizola Neto em vir a Rondônia e participar do ato, pois demonstra que a presidente Dilma Rousseff acertou em sua escolha para a pasta do Trabalho.

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Mauro e Dalton buscam parceria para melhorar trânsito

Durante reunião com o vice-governador, foi tratado sobre parceria com o Estado, através do Detran, sinalização e ampliação do combate à violência no trânsito O prefeito eleito de Porto Velho, Mauro Nazif, o seu vice, Dalton Di Franco, participaram na manha desta terça-feira de uma reunião com o vice-governador e diretor-geral do Detran, Airton Gurgacz. Na pauta, o início de uma parceria entre a prefeitura da Capital e o Detran. De acordo com Mauro Nazif, a proposta é estreitar o relacionamento com o governo do Estado para que muitos projetos comecem a ser executados nos primeiros meses da nova administração. Durante a reunião, Mauro reafirmou seu compromisso de melhorar a qualidade do trânsito da Capital. O diretor-geral do Detran Airton Gurgacz disse que pretende manter parcerias com a prefeitura a partir de janeiro de 2013. Ele destacou que muitos recursos não estão sendo repassados pelo Detran à prefeitura devido ao fato do Município está inadimplente, com pendências em convênios feitos anteriormente e que não foram quitados. Segundo Airton Gurgacz, isso tem inviabilizado o repasse de recursos importantes, em especial para a sinalização. No total, 2,3 milhões estão disponíveis – apenas para sinalização - para serem repassados ao município, mas esbarram na legislação que impede o Detran de transferir os recursos devido à pendência que o Município tem de convênios antigos. Mauro Nazif se comprometeu assim que assumir o comando da prefeitura, renegociar a dívida e pagar as parcelas rigorosamente em dia para que a cidade não deixe de receber verbas importantes. COMBATE Outro ponto destacado por Mauro Nazif é a parceria, através da Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran), nas operações feitas pelo Detran e Companhia de Trânsito para conter o avanço da violência no trânsito da Capital. O prefeito eleito elogiou o trabalho realizado pelo DETRAN e disse que a união das forças nas ações conjuntas é fundamental para que haja mais educação e segurança. O diretor-adjunto do Detran, coronel Carvalho, citou como exemplos os resultados positivos das blitze e operações feitas pelo órgão em todo o Estado. Carvalho disse que a Operação Lei Seca – que coíbe a ação de motoristas embriagados ao volante -, tem ajudado muito no combate ao número de acidentes no trânsito. De acordo com dados do Detran, antes do início da Lei Seca, apenas na Capital, mais de 140 acidentes – alguns com vítimas fatais – eram registrados nos fins de semana. Agora, com a fiscalização rigorosa, caiu para pouco mais de 40. ILUMINAÇÃO Dalton Di Franco voltou a reafirmar o compromisso da prefeitura em melhorar a iluminação pública. A medida, segundo ele, também é importante para que caia ainda mais o índice de acidentes de trânsito – principalmente envolvendo motocicletas.

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Dalton Di Franco representa Mauro Nazif em seminário de mobilidade urbana na Capital

O jornalista Dalton Di Franco, vice-prefeito eleito de Porto Velho pela coligação A Hora é Agora (PSB/PDT), representou o prefeito eleito Mauro Nazif, durante seminário sobre mobilidade urbana realizada na manhã desta quarta-feira, no auditório do Ministério Público Estadual. Na pauta, além de temas gerais relativos aos municípios, estava a apresentação da Lei 12.587/2012, que criou a Política Nacional de Mobilidade Urbana. De acordo com o vice-prefeito eleito, Dalton Di Franco, o seminário é de fundamental importância para novos gestores, que devem assumir seus mandados a partir de janeiro do próximo ano, conheçam o que diz a legislação sobre uma área complexa como o transporte público. Dalton lembrou que o prefeito eleito de Porto Velho, Mauro Nazif (PSB), comprometeu-se durante toda a campanha em melhorar o transporte público, abrindo o mercado para novas empresas e exigindo um padrão de qualidade no atendimento ao usuário. O evento foi realizado em parceria com o Conselho Nacional das Cidades vinculado ao Ministério das Cidades. Dalton citou como exemplos pontos da Lei que estão na pauta para a melhoria do transporte público da Capital, a partir do próximo ano. Entre eles estão: a promoção da equidade no acesso aos serviços; melhoria da eficiência e da eficácia na prestação dos serviços; ser instrumento da política de ocupação equilibrada da cidade de acordo com o plano diretor municipal, regional e metropolitano; entre outros itens importantes que trata a Lei.

MAURO E DALTON TÊM ENCONTRO COM O GOVERNADOR

O prefeito eleito, Mauro Nazif, e seu vice Dalton Di Franco se reuniram já na terça-feira com o governador do Estado, Confúcio Moura, para pedir uma parceria em prol de Porto Velho. O encontro foi no Palácio Presidente Vargas. A bancada de vereadores que apoiará Mauro e Dalton na Câmara Municipal participou da audiência.

DALTON DI FRANCO AGRADECE AO POVO DE PORTO VELHO POR ELEIÇÃO DE MAURO NAZIF

O jornalista e professor universitário Dalton Di Franco, vice-prefeito na chapa de Mauro Nazif, agradece ao povo de Porto Velho que votou, elegendo os dois, no dia 28 passado, para comandar a Prefeitura da Capital a partir de 1o de janeiro de 2013. "Nossas propostas foram bem recebidas pela maioria dos eleitores. Agimos com honestidade, coerência e respeito tanto ao povo como aos nossos adversários, mesmo quando alguns, de forma irresponsável, apelaram para recursos espúrios. Vencemos, Graças a Deus, agora vamos cumprir o que prometemos". Como primeiro compromisso político, depois de eleitos, Mauro e Dalton foram se reunir já na terça-feira com o governador do Estado, Confúcio Moura, para pedir uma parceria em prol de Porto Velho. O encontro foi no Palácio Presidente Vargas. A bancada de vereadores que apoiará Mauro e Dalton na Câmara Municipal participou da audiência. Na quarta-feira, já como vice-prefeito eleito de Porto Velho, Dalton Di Franco participou do Seminário Nacional de Mobilidade Urbana, no auditório do Ministério Público, reunindo técnicos do Ministério das Cidades, secretários e conselhereiros municipais. No encontro com a secretária nacional substituta de regulação e gestão do Ministério das Cidades, Isabel Lins, Dalton Di Franco pediu que o Governo Federal seja parceiro de Porto Velho aprovando projetos que tramitam no Ministério.

domingo, 15 de julho de 2012

CREDIBILIDADE, UMA JÓIA RARA HOJE EM DIA
Por Dalton Di Franco Não é fácil construir uma vida de reputação que nos conceda o aval da credibilidade. Isso não acontece da noite para o dia. É uma trajetória de vida. Nossa vida e nossos relacionamentos sinalizarão o quanto somos benquistos, responsáveis e dignos ou não de confiança. A credibilidade é conseguida dia a dia por meios de nossas atitudes e nossos posicionamentos diante de pequenas coisas, a final a vida é feita de detalhes, como canta Roberto Carlos. Devemos ser responsáveis em tudo o que fazemos. Nossas ações despertam a imaginação das pessoas quanto aos fatos realmente importantes e urgentes. Pessoas com credibilidade são aquelas que desenvolvem um conjunto de atitudes como a honestidade, a humildade, a integridade, a lealdade, a pontualidade, a dignidade, a transparência, o coleguismo, a ética, a competência profissional e a Constancia também chamada de regularidade. Quando conquistamos a confiança de alguém, teremos obtido o crédito desejado. Com isso, a pessoa se sentirá confortável para acreditar em ideias e propostas. Ela confiará nos frutos, nos resultados de atitudes. Sou filho de Porto Velho, atuando na imprensa há 40 anos. Nasci no seringal Recreio, na década de 60 do século passado. Lutei com dificuldade, mas com fé em DEUS e perseverança para chegar até aqui. Aprendi com meus pais, que precisamos ter fé e princípios para vencer na vida. Graças a Deus, consegui inúmeras vitórias. Fui por mais de 15 anos produtor e apresentador de um dos programas de rádio da Capital, de maior sucesso: O crime não Compensa, o pioneiro do gênero. Trabalhei em todos os jornais e televisões, com exceção da TV Rondônia. Com toda essa folha de serviços prestados, fui eleito vereador em 1988, e deputado estadual, em 1990. Cumpri os dois mandatos com honestidade e ética. Parei de atuar na política partidária para cuidar de minha carreira profissional e de minha família. Nesse tempo, consegui fazer faculdade, graduando-me em Administração de Empresas, com especialização em Marketing, fiz pós-graduação, tornei-me professor universitário, já tendo lecionado para mais de 5 mil alunos, muitos deles ocupando hoje funções de destaques em empresas públicas e privadas. Há oito anos retornei para a TV, pilotando um dos mais audaciosos projetos, produzindo e apresentando o programa Plantão de Polícia, sempre às 12h50, pela Redetv!, noticiando as mazelas sem perder o bom humor. Apresentei o programa Sábado Total, de música e entretenimento, pioneiro e único do gênero na TV local. Recentemente, inaugurei mais um sucesso: A hora do Rush, as 17h, também pela Redetv! As noticias para quem tem pressa de ficar bem informado. Ainda estou concluindo o curso de Direito, na Ulbra, para advogar quando a aposentadoria chegar. Já criei cinco filhos, dois deles adotivos, e tenho 4 netos. Teria tudo para se declarar realizado, mas eu ainda quero mais. Agora quero ser o administrador da cidade de Porto Velho, projeto que estarei realizando na condição de vice, do futuro prefeito Mauro, que tem história parecida com a minha. Ele é um político com 25 anos de atuação, dono de credibilidade invejável e de reputação desejada pelos eleitores que querem ver Porto Velho bem administrada. Então, a hora é agora! Vamos de 40! Dr. Mauro e Dalton Di Franco

domingo, 1 de julho de 2012

DALTON DI FRANCO E DR. MAURO, JUNTOS PARA COMANDAR A PREFEITURA DE PORTO VELHO.

O PSB confirmou o nome do deputado federal Mauro Nazif como candidato a prefeito de Porto Velho e a aliança com o PDT, que definiu o jornalista Dalton di Franco o vice. As convenções das duas legendas aconteceram em ritmo de festa e em locais diferentes. Dalton e o presidente do PDT, Acir Gurgacz explicaram que a união com Nazif representa avanços para a cidade. Dalton garantiu que está tranquilo como vice. Até a sexta-feira ele era o candidato a prefeito dos pedetistas, mas na última hora a coligação foi anunciada. “A política é assim mesmo e buscamos essa união como a melhor alternativa para a cidade”. Fonte: RONDONIAGORA - http://www.rondoniagora.com/noticias/psb-e-pdt-oficializam-uniao-entre-nazif-e-dalton-2012-06-30.htm

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Senador Acir Gurgacz convida população de Porto Velho a prestigiar convenção do PDT

O SENADOR DA REPÚBLICA ACIR GURGACZ , DO PDT-RO, CONCLAMA A POPULAÇÃO DE PORTO VELHO PARA PRESTIGIAR A CONVENÇÃO DO PDT, NESTE SÁBADO30, A PARTIR DAS 9 HORAS, NA CÂMARA MUNICIPAL, QUANDO O JORNALISTA DALTON DI FRANCO SERÁ HOMOLOGADO COMO O CANDIDATO DO PARTIDO A PREFEITO DE PORTO VELHO. O vídeo está disponivel ao vivo em http://www.youtube.com/watch?v=SwmYrr8hR8U

PDT anuncia convenção para homologar Dalton Di Franco como o candidato a prefeito

A convenção do PDT para homologar seus candidatos em Porto Velho será realizada no próximo sábado, dia 30, no plenário da Câmara Municipal de Porto Velho. O anúncio foi feito pelo senador Acir Gurgacz, em Porto Velho, nesta segunda-feira. Ele confirmou que a convenção homologará o nome do jornalista Dalton Di Franco como o candidato a prefeito na Capital. Segundo afirmou o senador Acir, o nome do vice ainda está em discussão com partidos aliados. Ele confirmou que estará presente na convenção da Capital, acreditando que o PDT tem o melhor nome para disputar o pleito deste ano. “Dalton, além de jornalista, é graduado em Administração de empresas, possui pós-graduação e é bacharelando em Direito, já tendo exercido os mandatos de vereador e deputado estadual”, acrescentou. O senador ainda destacou que a nominata de vereadores do partido está em fase final de definição. “Estamos adequando nossos nomes com os dos partidos aliados”, afirmou. DEPUTADO FEDERAL O deputado federal Marco Rogério, do PDT de Ji-Paraná, também manifestou apoio integral ao nome do jornalista Dalton Di Franco e fez uma conclamação para que não apenas militantes do partido, mas que moradores de Porto Velho, em geral, prestigiem a convenção do PDT.

sábado, 23 de junho de 2012

Conheça Dalton Di Franco, o pré-candiidato a Prefeito do PDT

Dalton Di Franco é administrador de empresas, professor especialista, radialista, jornalista e publicitário, com cerca de 40 anos atuando na imprensa do Estado de Rondônia. Já foi vereador em Porto Velho, em 1988, e deputado estadual em 1990. Foi diretor de jornalismo da Redetv Rondônia, diretor-geral da Rádio Cultura FM de Porto Velho (107,9). Produtor e apresentador dos programas Plantão de Polícia e Sábado Total e A Hora do Rush, da Redetv!, Professor universitário, lecionando disciplinas de Marketing na UNIRON, membro de mesas e orientador de Trabalhos de Conclusão de Cursos. É bacharelando em Direito pela Ulbra Porto Velho.

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Dalton Di Franco enfrenta desafio fora das telas

O jornalista e apresentador de televisão, Dalton de Franco, de 52 anos, disse que está preparado para encarar um novo desafio fora das telas. Ele quer ser prefeito de Porto Velho e terá seu nome homologado na convenção do PDT, no próximo dia 30. Na reta final do período reservado às convenções partidárias, o pedetista intensifica conversas políticas para fechar alianças. “Estamos em conversa com vários partidos, mas não tem nada fechado”, disse. Dalton é apresentador dos programas “Plantão de Polícia” e a “A Hora do Rush”, na Rede TV. Ele nasceu no Seringal Recreio, região de Ariquemes, que na época pertencia a Porto Velho. O jornalista é casado, tem cinco filhos, sendo três biológicos e dois adotivos. Residindo na Capital há 42 anos, além de jornalista, Dalton é graduado e pós-graduado em Administração e bacharelando em Direito. Diz estar preparado para assumir o grande desafio e fala das prioridades. Diário – Nos anos 90 você viveu grande momento político e teve a oportunidade de disputar a prefeitura de Porto Velho. O que aconteceu? Dalton – Eu fazia parte da base de apoio do ex-prefeito Chiquilito Erse. O meu nome e de outro candidato estavam na disputa. Por questões partidárias, optaram em lançar outra candidatura e meu projeto acabou ficando para outra oportunidade. Esse momento chegou. Diário – Por que ser prefeito? Dalton – Estou mais maduro e melhor preparado para conduzir o destino da nossa população. Sei das dificuldades que hoje o município enfrenta. É o momento de dar minha parcela de contribuição para melhorar a vida da sociedade. Diário - Que acha das carências do município? Dalton - Falta planejamento. Hoje a questão crucial da nossa cidade é o trânsito. Não temos vias de escoamento que permitam o trânsito fluir de forma rápida, o que aumenta o congestionamento de veículos na cidade. O papel da União, Estado, Prefeitura na área da saúde se confunde. Situação semelhante enfrenta a educação. Não temos creches suficientes para atender as crianças e por conta disso, as mulheres não têm como trabalhar porque não têm com quem deixar as crianças. Diário – O que você pensa no pós-usinas? Dalton - O próximo prefeito de Porto Velho tem que ser empreendedor, trazer indústrias, fábricas e valorizar a matéria prima que é enviada para fora do país. Hoje temos uma floresta muita rica e sua riqueza está saindo do Estado. Diário – Quanto aos distritos, como você vê o processo de emancipação? Dalton – Defendo que a Ponta do Abunã seja emancipada. A Prefeitura não consegue atender de maneira rápida a demanda dos distritos em função da distância. Os gestores dos distritos precisam de autonomia para gerenciar recursos para pequenas obras. A emancipação é alternativa e garantirá vida própria à população. Diário – E com relação às alianças? Dalton – Estamos discutindo com vários partidos políticos, mas não tem nada fechado até o momento. Esse período agora requer muito diálogo. Temos uma nominata forte de pré-candidatos a vereador e precisa eleger representantes do PDT na Capital. Diário – Existe a possibilidade de você ser vice do PT? Dalton – O PDT tem importância no processo político da Capital. Nosso nome ganhou força nas ruas. As pessoas conhecem nosso trabalho. Foi por isso que o partido optou em candidatura própria e, ao mesmo tempo, fortalecer a nossa nominata de pré-candidatos a vereador. Diário – Como você vê Porto Velho nos próximos anos? Dalton – Imagino Porto Velho uma cidade muito melhor. Trânsito fluindo bem, a saúde funcionando, empregos sendo gerados e as pessoas se preparando para o futuro. Quero dar minha contribuição para isso acontecer. Diário – Se eleito, nos primeiros meses, você vai enfrentar uma arrecadação menor? Dalton – Será um momento crítico, mas temos que implantar um choque de gestão. Preparar projetos. Para isso teremos o apoio da bancada federal, do senador Acir Gurgacz, deputado federal Marcos Rogério e demais parlamentares. Vamos aumentar o diálogo com a bancada federal e definir as prioridades em 2013. Diário – Como será a relação com o governador Confúcio Moura? Dalton – Temos uma boa relação com o governo. Porto Velho é uma cidade importante para Rondônia e necessita do apoio do governo do Estado. Muitos candidatos do interior, em época de eleição, garantem boa parte dos votos na Capital e depois viram as costas pra Capital. Vejo que eles (deputados) devem retribuir os votos que garantiram sua vitória em Porto Velho. O governador Confúcio Moura enfrenta problemas para administrar Rondônia. O Estado cresceu, os países ricos estão em crise e tudo isso reflete em Rondônia. Mas tudo é passageiro. Dias melhores virão e confio no governo. Diário – Como espera resolver as obras inacabadas? Dalton – Vamos concluir as obras que não forem entregues pelo prefeito dentro do prazo. É preciso ter muito zelo com o dinheiro do contribuinte. Porto Velho cresceu de forma descontrolada e os problemas também. Não será missão fácil, mas estamos preparados. Diário – E a nova rodoviária e centro administrativo? Dalton – A nova rodoviária deveria ser construída na zona Leste. Ajudaria a reduzir o fluxo de veículos na região central da cidade e, assim, beneficiaria a mobilidade urbana. Na zona Leste existe uma área suficiente para atender a demanda do município. O espaço também é suficiente para construir o novo centro administrativo. Atualmente as secretarias mudam de forma constante e isso acaba prejudicando a população. Se concentrar todas as secretarias e um único local, ajudar a vida dos moradores que vão em um único local resolver seus problemas. Diário – O PDT já elegeu bons prefeitos e você é herdeiro político do Chiquilito. Como se inspirar na gestão? Dalton - Chiquilito era um prefeito trabalhador, de vontade política e tinha amor pela terra. Seu trabalho rendeu na época o prêmio de melhor prefeito do Brasil, segundo apontou pesquisa do Datafolha. Fez muito pela cidade. Nós temos essa mesma dinâmica e vontade de trabalhar. Diário – Como tratar da questão do funcionalismo público? Dalton – O servidor público é importante para o município de Porto Velho. Temos que tratar bem o servidor e melhorar também as condições de trabalho e salários. O setor de arrecadação do município, por exemplo, tem de oferecer tratamento especial para o cidadão que vai pagar seus tributos. É preciso capacitar, melhorar salários e contratar mais técnicos, quadro que está com deficiência hoje e que acaba engessando o andamento de obras. Fonte: Diário da Amazônia

domingo, 17 de junho de 2012

DALTON CONFIRMA PRÉ-CANDIDATURA E DIZ QUE A CAPITAL PRECISA RECUPERAR AUTO-ESTIMA

Entrevista concedida a Leivinha Oliveira. O jornalista Dalton Di Franco confirmou durante entrevista que sua pré-candidatura a Prefeito de Porto Velho pelo PDT está mantida e que o partido fará sua convenção no próximo dia 29, conforme decisão dos diretórios municipal e estadual. A entrevista da parte de uma série com pré-candidatos a Prefeito da Capital rondoniense, iniciada pelo O ESTADÃO DO NORTE; Dalton Di Franco é apresentador dos programas Plantão de Polícia – há oito anos no ar pela Redetv – e A Hora do Rush. Além de jornalista, é graduado em Administração de Empresas, professor universitário e bacharelando em Direito. Dalton lembrou que o partido já havia decidido antes pelo seu nome e que as especulações de que o PDT teria firmado compromisso de ser vice de outra candidatura não passa de invencionice. Sobre o retorno à política, depois de 18 anos afastado, Dalton disse que está atendendo aquelas pessoas que sempre o incentivam a se lançar candidato. “Com a bagagem que adquiri ao longo desses anos eu não poderia simplesmente me aposentar, como era minha pretensão, ir pra casa e deixar de lado uma vivência, uma experiência política, um conhecimento, e simplesmente vestir o ‘pijama de aposentado’ ”. A disputa pela Prefeitura da Capital neste ano é a terceira incursão do jornalista e apresentador na área política. Ele já exerceu o mandato de vereador, em 1988, e como deputado estadual, em 1990. Dalton informou ainda que o PDT estará reunido neste final de semana preparando seu plano de governo. “Queremos fazer uma administração diferente, priorizando a solução dos problemas que afligem a população nas mais diversas áreas”. Durante a entrevista, Dalton evitou críticas à atual administração do Prefeito Roberto Sobrinho (PT), resumindo a dizer que “Roberto fez o que foi possível fazer”. “Acredito que ele teve boa vontade de ter resolvido todos os problemas de Porto Velho, mas com certeza não conseguiu”. O pedetista diz que tem uma visão de que aquilo que Roberto Sobrinho não conseguiu fazer, vai fazer e aquilo que iniciou e não conseguiu, vai trabalhar para concluir. “São recursos públicos que começaram a ser aplicados e isso não pode ser esquecido”. Sobre as alianças, segundo Dalton, no momento em que as pesquisas começam a aparecer, as conversas aumentam e o PDT tem sido procurado por alguns partidos. Ele disse que o partido está aberto para alianças, mas que a cabeça de chapa não será negociada. “Estamos buscando quem possa nos ajudar nesse projeto, dentro do perfil que o partido exige. O vice deverá ser uma mulher, que tenha atuação e notoriedade. Estamos conversando com alguns partidos, acredito que no máximo até o dia 29 já teremos algumas novidades”, completou. O PDT tem tradição na administração de Porto Velho, afirmou o pré-candidato Dalton, recordando o trabalho desenvolvido pelo então Prefeito Chiquilito Erse. “Ele realizou obras importantes e chegou a implementar com o apoio da Câmara de Vereadores, o Plano Diretor que, infelizmente, não teve sequencia”, lembra. Por ser filho da terra, Dalton diz que quer dar sua contribuição com a Capital. “Porto Velho precisa recuperar a auto-estima. Estamos aqui muito castigados. É tanta coisa que acontece que nos envergonha. Precisamos criar fatos positivos. Sou defensor de que o próximo Prefeito – E EU QUERO SER ESSE – seja um prefeito empreendedor, para gerar riqueza, renda, transformar nossa cidade”, finaliza

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Dalton Di Franco fala no Programa Fique Ligado sobre pré-candidatura a prefeito da Capital

Dalton Di Franco foi entrevistado no programa Fique Ligado, da Redetv, quando falou sobre sua pré-candidatura a Prefeito de Porto Velho. A entrevista foi realizada por Euclides Maciel. Jornalista, professor universitário e bacharelando em Direito, Dalton Di Franco fez um diagnóstico de Porto Velho e expôs o que pensa em falar para o eleitorado do município caso seja homologado pela Convenção do PDT, no próximo dia 29 vindouro. Confira os vídeos da entrevista, já disponibilizado no You Tube: Parte 1 http://www.youtube.com/watch?v=8qLAUH7jVUQ&feature=autoshare Veja a parte I da entrevista que Dalton Di Franco concedeu ao programa Fique Ligado, da Redetv, falando de sua pre-candidatura a Prefeito de Porto Velho pelo PDT. Parte 2 Veja a parte final da entrevista que Dalton Di Franco concedeu ao programa Fique Ligado, da Redetv, falando de sua pre-candidatura a Prefeito de Porto Velho pelo PDT. http://www.youtube.com/watch?v=QrL4QHEatKI&feature=autoshare

Dalton Di Franco fala sobre pré-candidatura a prefeito da Capital

No Jornal Interativo desta terça-feira 12/06, o jornalista Dalton Di Franco falou sobre a pré-candidatura pelo PDT à Prefeitura de Porto Velho. A entrevista foi realizada pela jornalista Ivonete Gomes. Muitos internautas participaram pela Linha Direta a partir das 16h - ao vivo na allTV Amazônia, a TV do Rondoniagora. Fonte: RONDONIAGORA

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Dalton visita direção da Polícia Civil

Dalton visita direção da Polícia Civil O pré-candidato a Prefeito do PDT, jornalista Dalton Di Franco fez uma visita de cortesia ao diretor-geral da Polícia Civil, delegado Pedro Mancebo, quando manifestou congratulações pelo trabalho de organização que ele está executando na instituição, buscando o restabelecimento da ordem, disciplina e hierarquia. O delegado Pedro Mancebo assumiu o DGPC recentemente em um momento muito crítico. Ele é um profissional capacitado, respeitado pela classe, de renome não só dentro da Polícia como também nos meios acadêmicos, por ser professor universitário como o próprio Dalton. “Ele já foi líder dos delegados e trabalhou em vários escalões da Polícia Civil, sendo uma pessoa que inspira confiança”, acrescentou Dalton. Sobre as eleições deste ano, Dalton defendeu uma campanha ética. "Eu quero discutir com a sociedade civil organizada o que é melhor para Porto Velho", explicou. O delegado Pedro Mancebo aproveitou o encontro para informar a Dalton Di Franco as mudanças que vem executando na Polícia Civil. “O delegado Osmar Casa, é o diretor-executivo, uma espécie de adjunto. Já o setor de recursos humanos está sendo dirigido pelo delegado Túlio Anderson”, informou Mancebo, que entre outras funções, foi diretor do Instituto de Identificação da Polícia Civil. Mancebo ainda lembrou que durante muitos anos Dalton foi assessor de imprensa da Polícia Civil tendo executado o trabalho sempre com competência, dedicação e confiança. Ele ainda desejou ao jornalista sucesso na convenção do PDT no dia 29 de junho próximo para que tenha o nome homologado como o candidato a prefeito e que seja o escolhido pelo povo do município. “Dalton é um bom nome para conduzir a Prefeitura de Porto Velho”,recomendou. Nos próximos dias, Dalton Di Franco visitirá outros órgãos públicos.

DALTON DI FRANCO QUER SER O PREFEITO DE PORTO VELHO PELO PDT

Atrair novas indústrias e aproveitar a mão de obra local é uma das metas do PDT para a Prefeitura de Porto Velho, anunciou o pré-candidato do partido, jornalista Dalton Di Franco, durante entrevista na rádio Rondônia, na tarde desta terça-feira. Entrevistado por Maurício Calixto, Dalton respondeu a perguntas de ouvintes e internautas, discorrendo sobre sua vida na Imprensa de Porto Velho ao longo dos últimos 40 anos; atuação como vereador, em 1988, e deputado estadual, em 1990, e, principalmente seu olhar sobre Porto Velho. “Eu pretendo ser um prefeito de campo e não terei medo de trabalhar com o povo. Irei dividir a cidade de Porto Velho em subprefeituras, para dar solução mais rápidas aos reclamos da população. Na nossa gestão, os distritos terão administrador eleitos pela comunidade e não serão dependentes da Capital. Terão autonomia financeira para responder com ações eficientes e eficazes àquilo que for necessário fazer com urgência”. Dalton falou ainda que pretende executar ações empreendedoras para aproveitar os jovens talentos que temos. “Todos os anos os alunos são destaques nas Olimpíadas de Matemática, mas eles são reconhecidos apenas na hora da entrega do certificado. Depois da foto, são esquecidos. Esses jovens precisam ser aproveitados. Vamos criar meios para desenvolver a criatividade e a imaginação de nossa juventude”, anunciou o pré-candidato a Prefeito do PDT. Dalton ainda anunciou ações na área da segurança pública do município de Porto Velho com a criação da Guarda Municipal.

sábado, 2 de junho de 2012

DALTON LEMBRA TRABALHO DE CHIQUILITO COMO PREFEITO DE PORTO VELHO

O PDT tem tradição na administração de Porto Velho, afirmou o pré-candidato a Prefeito do partido, recordando o trabalho desenvolvido pelo então Prefeito Chiquilito Erse. “Ele realizou obras importantes e chegou a implementar, com o apoio da Câmara de Vereadores, o Plano Diretor que, infelizmente, não teve sequência”, lembra. Na foto, Dalton era vereador e Chiquilito, prefeito de Porto Velho. Na época em que Chiquilito foi eleito prefeito pela primeira vez, em 1988, Dalton Di Franco elegeu-se vereador. “Nós dois trabalhamos muito na cidade de Porto Velho: cuidamos da urbanização da Avenida Rio Madeira, limpeza, encascalhamento e asfaltamento de ruas nas zonas Leste e Sul; construção do Camelódromo (hoje Shopping Popular); construção da policlínica do bairro Tancredo Neves, entre outros”. Conforme Dalton Di Franco, Chiquilito foi um político com notória atuação em Porto Velho como prefeito, por duas vezes, tendo sido antes Secretário de Administração no governo Jorge Teixeira, e atuado na transição de Rondônia de território a estado em 1981 mediante lei sancionada pelo presidente João Figueiredo. Ele também foi deputado federal em 1982. Em 1996 foi eleito prefeito de Porto Velho pela segunda vez, renunciando ao cargo por razões de saúde, sem conseguir realizar seu grande sonho, o de governar o Estado de Rondônia.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

DALTON REEENCONTRA COLEGAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

O jornalista e administrador de empresas Dalton Di Franco reencontrou-se com seus colegas de curso, na noite desta quinta-feira, durante jantar comemorativo dos 12 anos realizado no Restaurante Casa Bela. A turma, a primeira da Uniron, iniciou o curso em 2001, quando a faculdade funcionava no bairro Triângulo, nas dependências do antigo Colégio Granjeiro, recordou Dalton Di Franco, que foi o primeiro líder da turma. “Como dizia a colega Shelly éramos os cobaias, por seremos a primeira turma”, lembrou Dalton. “Graças a Deus deu certo. Todos os colegas estão bem encaminhados na vida. Alguns administram empresas, outros tornaram-se empresários bem sucedidos. Há também professores como eu, atuando na área de comunicação e marketing”. Conforme a administradora Shelly Oliveira, hoje empresária, a turma costuma a se encontrar todo o ano para comemorar os resultados que cada um colega tem alcançado. Ela acredita no projeto do administrador Dalton Di Franco, “por ser uma pessoa identificada com a cidade de Porto Velho e seu povo”.
Estavam presentes Shelly Oliveira, Loiane Mazziero, Glênio Tonon, Quivia, Kátia, Leide Márcia, Acilete Bonazza e o próprio Dalton Di Franco, acompanhado da esposa Gracineide.

DALTON CONHECE TRABALHO DA QUADRILHA ARRASTA PÉ DO MATUTO NA ZONA SUL

Na noite desta quinta-feira, acompanhado da empresária Antônia da Vidroarts, o jornalista Dalton compareceu à quadra de ensaios da quadrilha Arrasta Pé do Matuto, na zona Sul de Porto Velho. A quadrilha tem uma agenda que inclui apresentações em Guajará-Mirim e Minas Gerais, além do Arraial Flor do Maracujá. Liderada pelo funcionário dos Correios, Luiz Benevides, a quadrilha atua há 15 anos, prestando ainda um serviço social voltada para o incentivo dos jovens aos estudos, além de promover cursos dirigidos para a comunidade. A quadrilha ainda não tem um local próprio para os ensaios. A diretoria realiza ações para arrecadar fundos para comprar a indumentária específica para as apresentações. São cerca de 80 brincantes.

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Dalton quer discutir propostas para tornar Porto Velho uma cidade melhor e segura

Usar o eleitoral para apresentar e discutir propostas viáveis para o desenvolvimento auto sustentável do município de Porto Velho é o que o jornalista Dalton Di Franco, anunciado na última sexta-feira (25/05) como o pré-candidato a Prefeito pelo PDT, pretende desenvolver quando a campanha eleitoral iniciar a partir de junho. “Não quero e não vou agredir adversários, muito menos falar mal deles. Vou, inclusive, pedir a todos eles que, em respeito às famílias portovelhenses, desenvolvam uma campanha altamente ética”. Dalton Di Franco já montou uma agenda mínima para discutir com as forças aliadas a montagem do Plano de Governo para a Prefeitura. “Precisamos desenvolver o ensino de educação integral nas escolas do município com o objetivo de construir cidadãos sadios e saudáveis; precisamos criar polos educacionais nas quatro zonas da cidade, redimensionando a Escola Francisco Erse, mais conhecida como Escola Padrão, para ela ser modelo; utilizar as quadras cobertas de escolas para desenvolver atividades com a própria comunidade; implantar um sistema integrado de transporte público; urbanizar a cidade; criar praças esportivas; concluir a rede de água e implantar o saneamento básico; concluir as obras inacabadas dos viadutos e UPAs”. Ainda fazem parte da agenda mínima de Dalton Di Franco: criar a Guarda Municipal; investir na atenção básica de saúde; explorar o potencial do turismo a partir de centros históricos como a Estrada de Ferro; criar um programa para cuidar dos problemas dos ribeirinhos e dos distritos; criar subprefeituras na zona leste e na zona sul; criar conselhos comunitários para ajudar na elaboração dos projetos voltados para a sociedade. Conforme Dalton Di Franco, a maternidade municipal precisa de novos investimentos para melhorar o atendimento na questão do planejamento familiar; atrair novos empreendimentos na Capital e criar a Secretária Municipal de Indústria e Comércio; potencializar a utilização dos recursos da floresta; implantar indústrias de beneficiamento da madeira; buscar recursos em Brasília para construir casas para os soldados da borracha e seus dependentes. Outra proposta de Dalton Di Franco é valorizar o empresariado local para que gere mais recursos e renda, empregando mais gente. Tornar o sistema tributário eficiente. Implantar a nota legal. Oferecer cursos de qualificação para que as pessoas sejam aproveitadas pelo mercado de trabalho. Outra questão relaciona com o meio ambiente, construindo o aterro sanitário do município. Aproveitar o potencial da agricultura do município, com a recuperação das estradas vicinais, facilitar o escoamento da produção. - Vamos também aproveitar projetos do Governo Federal como Bolsa Família, Pró-jovem e Brasil Carinhoso, buscando mais recursos com o apoio de nosso senador Acir Gurgacz e de nosso deputado federal Marco Rogério – afirmou Dalton, sem esquecer de avançar com o projeto de regularização fundiária. Fazem parte das metas do governo do PDT na Prefeitura de Porto Velho ter uma convivência pacífica com o Governo do Estado trabalhando em parceria. “Nunca um governador, desde Jorge Teixeira, investiu na Capital. Sempre fomos relegados. Isso precisa mudar. Eu me proponho a passar por cima de vaidades para caminhar com o governador”, anunciou o pré-candidato do PDT de Porto Velho. Numa eventual eleição do PDT, Dalton disse que o gabinete do Prefeito será transferido para as periferias. “Iremos convidar os vereadores para juntos com os moradores, o prefeito e os secretários, busquem soluções para os problemas que afligem a comunidade. Não tenho a pretensão de ser governante almofadinha”, arrematou. Dalton disse que é daqui e conhece Porto Velho há 40 anos. “Eu vivencio diariamente os problemas do povo nos dois programas de TV que faço pela Redetv!. Eu falei e falo muito. Agora quero a oportunidade de como Prefeito, resolver esses problemas”, acrescentou, concluindo que coloca sua experiência de parlamentar – vereador e deputado estadual – professor universitário, comunicador e administrador de empresas, e de comunicador com 40 anos de atuação na imprensa de Rondônia, para tornar Porto Velho melhor e segura.

DALTON FALA A ESTUDANTES SOBRE DROGAS

As drogas estão matando nossos jovens mais cedo, anunciou Dalton Di Franco durante palestra para alunos do 3º ano da Escola Brasília, em Porto Velho, nesta quarta-feira. Dalton estava acompanhado do DJ Bruno Eduardo Dalton citou uma estatística do Ministério da Justiça de que os jovens brasileiros estão morrendo vítima de violência na faixa etária dos 14 aos 25 anos. “Isso é assustador”, acrescentou. Outra estatística da Polícia de Rondônia dá conta que esse número em Porto Velho é mais assustador. Na Capital, a faixa etária é dos 14 aos 18 anos, “pior ainda”, e a maioria das causas tem as drogas como a motivação. Dalton citou vários exemplos da violência originada pelas drogas. No bairro Três Marias um jovem de 18 anos, completamente drogado, matou a avó de 60 anos, que não quis dar dinheiro para o rapaz comprar mais droga. No bairro Aponiã um drogado ateou fogo na casa da mãe. São vários crimes ocorridos em Porto Velho, especialmente na periferia. Dalton agradeceu a atenção dos alunos, professores da diretora Clarinda.

DALTON DI FRANCO VISITA MERCADO NA CAPITAL

O jornalista Dalton Di Franco, pré-candidato do PDT a Prefeito de Porto Velho, visitou o Mercado do Km 1, um dos mais antigos do município ainda em funcionamento. Ele conversou com donos de bancas ali estabelecidos, além de populares que costumam ir àquele local fazer compras, tomar café ou comer. Dalton foi bastante cumprimentado por suas iniciativas desenvolvidas na Redetv com os programas Plantão de Polícia e A Hora do Rush.

DALTON CONHECE AÇÕES DAS MICRO E PEQUENAS INDUSTRIAS

Conhecer as atividades e as necessidades das micro e pequenas indústrias de Porto Velho levou o jornalista Dalton Di Franco, pré-candidato do PDT a reunir-se com Leonardo Sobral, presidente do Simpi, em Porto Velho. Durante uma hora, Dalton ouviu tudo sobre o que tem sido feito e o que falta ser feito em prol do desenvolvimento das micro e pequenas indústrias. Porto Velho consome cerca de 780 milhões de produtos de informática comprados no centro sul do país. Esses produtos são importados do exterior e poderiam ser comercializados aqui mesmo em Porto Velho, grande mercado consumidor, gerando emprego e renda. Falta iniciativa, constatou Dalton. No governo do PDT em Porto Velho, a partir do próximo ano, Dalton disse que uma das medidas será a criação da Secretaria Municipal de Industria e Comércio para cuidar da área hoje relegada ao esquecimento.

terça-feira, 29 de maio de 2012

As bandeiras da ética e da moralidade não queimam nas nossas mãos - por Dalton Di Franco

Ninguém mais aguenta as coisas do jeito que estão. Eu trabalho há mais de 40 anos como repórter policial e sou obrigado a dizer para todos vocês: hoje eu vejo mais bandidagem do lado de fora de meu programa do que nas reportagens que eu e minha equipe produzimos. Vejo crimes sendo cometidos na política, com o roubo do dinheiro público, com o descaso com a população. São crimes que são cometidos por um verdadeiro crime organizado, uma verdadeira máfia. E isso acontece porque estamos deixando acontecer. Uma coisa é um bandido entrar na nossa casa com uma arma, apesar de termos fechado a porta e termos colocado um cadeado; uma coisa é bandidos levarem o nosso carro, apesar de termos colocado uma trava no volante e alarme; são coisas que acontecem contra a nossa vontade, apesar de tudo que fizermos para que não aconteça. Outra coisa bem diferente é nós darmos o nosso VOTO para criminosos cheguem ao Poder e lá, com o nosso AVAL, com a nossa AUTORIZAÇÃO, possam roubar na cara dura o nosso dinheiro dos impostos que pagamos. E isso tudo acontece com IMPUNIDADE. Trabalho há mais de 40 anos com reportagem policial e vi muita gente presa por roubar migalhas, mas vi muito pouco político realmente ir para cadeia, mesmo depois de ter roubado milhões. E nós todos sabemos que políticos que roubam milhões não são apenas um ou outro, mas vários. E quando eles se juntam para poder roubar, para poder inventar esquemas para poder escapar da Justiça, para livrar a cara deles e continuar elegíveis, o que eles são? Ora, não tem outro nome para isso: Crime Organizado. Eu estou no ramo do jornalismo policial há tempo suficiente para poder dizer isso com conhecimento de causa, e vocês também já sabem disso. A ética e a moralidade estão em baixa. Alguns partidos usaram essas bandeiras para chegar ao poder e de lá conseguir enriquecer, se apropriar do que não era deles. Esses partidos agora não têm mais como empunhar essas bandeiras. Essas bandeiras queimam na mão deles como o crucifixo queima na mão do herege! Essas bandeiras não queimam na mão de gente de bem. E por isso eu, como pré-candidato do PDT à prefeitura de Porto Velho conclamo as pessoas de bem a empunharem essas bandeiras junto comigo. Eu nunca compactuei com bandido. Bandido tem que ir preso, pagar pelo que cometeu e aprender a viver com o que ganha de verdade. Tem que aprender que o que é dos outros é dos outros. Político que rouba também tem que ir para a cadeia aprender isso. E tem que devolver o dinheiro que roubou, porque quando ele roubou acabou impedindo esse dinheiro de chegar no hospital, no asfalto das ruas, na mesa do trabalhador. Nós todos, pessoas de bem, temos que empunhar as bandeiras da Moralidade e da Ética, porque somente nós podemos segurá-las sem nos queimarmos. É essa a hora, porque ninguém aguenta mais as coisas do jeito que estão. Dalton Di Franco é jornalista, radialista, publicitário, administrador de empresas, professor universitário, bacharelando em Direito.

sábado, 26 de maio de 2012

Dalton explica aceitação ao chamamento do PDT para disputar a Prefeitura de Porto Velho

O jornalista Dalton Di Franco, anunciado na última sexta-feira como o pré-candidato a Prefeito pelo PDT, explicou ontem que depois de ter sido vereador e deputado estadual não tinha mais pretensão de disputar nenhum pleito eleitoral, mas não conseguiu resistir ao chamamento da comunidade e de companheiros do partido para encabeçar a candidatura própria. Ele explicou que desistiu até de se aposentar neste ano, para buscar a homologação do PDT para concorrer à Prefeitura de Porto Velho. “Eu trabalho desde os 10 anos de idade e agora achava que poderia me aposentar. Havia até traçado os planos com minha família. Pretendia montar meu escritório de advocacia em casa para trabalhar em algumas causas”, informou um dos mais importantes, versáteis e atuantes comunicadores de Rondônia. A trajetória profissional de Dalton Di Franco começou de baixo. Ele não descendeu de nenhuma família nobre. Seu pai era o soldado da borracha Enéas Rômulo de Melo e da dona de casa Nazaré Araújo. Nasceu no Seringal Recreio, Ariquemes (antiga Vila de Papagaio), mas sua vida de sucesso se consolidou em Porto Velho. “Eu fui vendedor de picolé, engraxate, lavador de carro e vendedor de jornal, na minha infância. Fui ofice-boy, auxiliar de escritório e caixa, na adolescência”, recorda. Dalton ingressou no rádio em 1978, passando pelas emissoras Eldorado e Caiari, tendo ainda longas incursões pelo jornalismo impresso (Alto Madeira, A tribuna, O Guaporé, O Imparcial, O Estadão do Norte e Diário da Amazônia). Ele ainda trabalhou nas principais TVs da Capital, estando agora há oito anos na Rede TV, “onde fui diretor de jornalismo, além de produzir e apresentar programas como Sábado Total, Plantão de Polícia, A Hora do Rush, além de comandar transmissões como Duelo da Fronteira”, acrescentou. Dalton Di Franco, que foi líder estudantil nas escolas João XXIII e Rio Branco,na década de 70, onde ajudou a fundar o grêmio estudantil, formou-se em Administração de Empresas e posteriormente fez pós-graduação em ensino superior, tornando-se professor de Administração na área de marketing, sendo ainda orientador e membro de bancas de trabalhos de conclusão de cursos. Respeitado comunicador do rádio, da TV e de mídia impressa de Porto Velho, ganhou notoriedade até na política. Em 1988, pelo desconhecido PMB (Partido Municipalista Brasileiro), foi eleito como o vereador mais jovem da Capital. Dois anos depois, em 1990, foi eleito deputado estadual pelo PTB, com a sexta maior votação da Assembleia Legislativa. Naquela casa, entre outros cargos ocupados, foi 3º secretário da Mesa Diretora e presidente da Comissão de Defesa do Consumidor. “Deixei nessas duas casas parlamentares um trabalho modesto, mas honesto. Entrei e sai de cabeça erguida”, explica. Fundador da rádio FM Cultura (da família Prado), Dalton Di Franco foi o primeiro diretor da emissora, sendo responsável por sua consolidação com uma programação diferenciada. “Assumir a função foi meu teste de fogo após a minha formatura em Administração. A outra prova foi dirigir o Departamento de Jornalismo da Rede TV, com cerca de 70 profissionais”, lembra Dalton, considerando-se aprovado após os resultados obtidos. Concluindo sua segunda faculdade, agora a de Direito na Ulbra Porto Velho, Dalton disse que pretendia, após a formatura, tornar-se professor na área Penal e atuar na advogacia. “Estava com tudo pronto quando recebi o chamamento dos companheiros do PDT. Não tive como recusar”, ressalta. “Agora estou colocando minha vida, meu aprendizado e minha experiência a serviço do partido para, se for útil, ajudar a melhorar a cidade de Porto Velho, minha terra, minha vida”, afirmou. Sobre Porto Velho, Dalton Di Franco disse particularmente que tem uma visão muito clara do que a cidade necessita. “A Capital precisa de um prefeito empreendedor que valorize o ensino de educação integral (de acordo com a doutrina do PDT) como um ponto transformador para influenciar na saúde, na segurança e no desenvolvimento. No entanto, nosso Plano de Governo será fechado em conjunto com as forças que estão se aliando a nós”. Para finalizar, Dalton Di Franco disse que não é nenhum paraquedista na política. “O povo conhece meu trabalho ao longo de quase 40 anos. Eu sempre falei. E falei muito. Agora eu viso tornar os discursos em atos, em um futuro muito próximo, aqui em Porto Velho. Se meu partido me der a oportunidade e o povo aceitar nossas propostas, faremos de tudo para tornar a cidade de Porto Velho melhor e mais segura. Eu acredito”, encerrou. Fonte: Oprincipalonline.blogspot.com

sexta-feira, 25 de maio de 2012

PDT anuncia Dalton di Franco à frente do partido nas eleições de 2012

A pré-candidatura do jornalista Dalton di Franco à prefeitura de Porto Velho foi anunciada nesta sexta-feira, na sede do Partido Democrático Trabalhista (PDT), em Porto Velho, às 16h. O apresentador dos programas Plantão de Polícia – há oito anos no ar na Rede TV – e Hora do Rush, foi escolhido por unanimidade em reunião realizada na última quarta-feira, dia 23. Dalton, além de jornalista, é graduado em Administração, professor universitário e bacharelando em Direito. A cerimônia de oficialização da pré-candidatura de Dalton foi realizada com a presença de militantes do partido, assim como membros dos movimentos da Ação da Mulher Trabalhista (AMT), da Juventude Socialista (JS) do PDT de Rondônia e da imprensa em geral. O presidente regional em exercício, Ruy Motta, destacou a importância da candidatura de Dalton para alavancar o partido e o presidente municipal, Pedro Wanderley, fez a leitura da nota oficial divulgada na sexta-feira. Durante o anúncio de sua pré-candidatura, o jornalista Dalton di Franco discursou sobre sua trajetória profissional e política. “Estava tudo planejado, no ano passado, para me aposentar este ano, mas tive que mudar os planos”, afirmou Dalton. De acordo com o pedetista, dos últimos meses de 2011 até hoje vem crescendo o apelo popular por sua candidatura. “Como portovelhense, filho dessa terra, não posso dar as costas a essa demanda”, esclareceu. O nome de Dalton di Franco é tradicional na Capital devido à sua longa carreira na área de comunicação, inicialmente como radialista na Eldorado, em 1978, passando pela rádio Caiari e culminando com sua entrada na televisão, com o programa Plantão de Polícia. Desde o ano passado, Dalton vem ganhando força na Capital devido a um trabalho social ligado à cidadania e ao combate às drogas. Experiência A disputa pela prefeitura da Capital neste ano é a terceira incursão do jornalista e apresentador na área política. “Dalton já exerceu mandato como vereador (1988) e como deputado estadual (1990)”, afirmou Pedro Wanderley, presidente municipal do PDT. “Ele tem experiência política e é ficha limpa. É um pré-candidato que aglutina e fortalece o partido na disputa pelo cargo maior do município”. “A população de Porto Velho tem em Dalton di Franco, como pré-candidato à prefeitura de Porto Velho, uma opção de um portovelhense da gema, nascido aqui na terra, compromissado com a cidade, com as famílias”, detalhou Ruy Motta, presidente estadual em exercício. “Após uma avaliação mais acurada sobre a história do pré-candidato Dalton dentro do partido, ficou clara para a AMT a importância dele à frente da disputa do pleito de 2012”, acrescentou Marli Mendonça, presidente da Ação da Mulher Trabalhista (AMT). Para Célio Lopes, presidente estadual da Juventude Socialista do PDT, a escolha do partido, por unanimidade, consolida as suas bases para uma candidatura forte na Capital. “Dalton di Franco é um profissional dedicado na televisão, no rádio e na imprensa escrita. Acreditamos que o compromisso que ele tem com a sociedade através de seu trabalho como jornalista vai avalizar a sua atuação como prefeito da Capital”, arrematou. Companheiro de JS, o presidente municipal, Caio Lopes, aposta na candidatura de Dalton como reforço à militância na juventude: “Ele (Dalton) tem uma visão clara da importância da educação para um futuro de sustentabilidade para a Capital” Fonte: PDT Disponível em: http://www.rondoniagora.com/noticias/pdt-anuncia-dalton-di-franco-a-frente-do-partido-nas-eleicoes-de-2012-2012-05-25.htm

DALTON RECEBE APOIO DA FAMÍLIA CLEMENTE

O jornalista Dalton Di Franco recebeu nesta quinta-feira 24/05, o importante apoio da família Clemente, durante encontro na chácara Clemente, na zona rural de Porto Velho. Na foto, reverendo Abimael Clemente, a esposa Maria Ivanete, o pastor Osvaldo Clemente, com Dalton e família. Líder religioso de notória atuação na Capital, o reverendo dr. Abimael Clemente conhece Dalton Di Franco dos idos dos anos 80. "Dalton é um jornalista de renome, atuante e compromissados com as causas sociais", afirmou o ex-presidente da Igreja do Evangelho Quadrangular, hoje morando em São Paulo, mas que sempre passa as férias em Porto Velho com os três filhos que aqui residem. Durante o encontro na chácara da família, Dalton Di Franco lembrou de vários projetos executados na época em que era vereador e depois deputado estadual, sempre contando com o apoio da família Clemente, atraves do reverendo Abimael e do pastor Osvaldo. Um desses projeto promovido foi um show beneficente realizado na quadra do Ferroviário, com o artista Bozo, quando foram arrecadados toneladas de alimentos, distribuidos com familias da periferia da Capital.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Dalton apóia a luta dos Soldados da Borracha

Durante o Seminário de Reflexão Acadêmica do Curso de Direito da Faculdade de Rondônia (Faro), foram apresentados diversos paineis ligados a importantes questões sociais da atualidade. No contexto de Direitos Humanos foi exposta a luta dos remanescentes dos Soldados da Borracha junto ao governo federal em busca da consolidação de seus direitos. O jornalista Dalton di Franco esteve presente no evento, representando o senador Acir Gurgacz. Acadêmicos da instituição, juntamente com integrantes do Sindicato dos Soldados da Borracha de Rondônia (Sindisbor), fizeram explanações e relatos históricos do drama dos nordestinos que vieram, durante a Segunda Guerra Mundial para a Amazônia em uma operação de esforço de guerra em favor dos aliados. A missão dos homens era extrair o látex das seringueiras, para a produção de borracha para os exércitos dos países aliados contra a Alemanha. Atualmente, os soldados da borracha, que são cerca de 14,5 mil homens ainda vivos, todos com cerca de 80 a 90 anos, recebem uma pensão do governo federal de 2 salários mínimos. Apesar de terem realizado seu trabalho nos anos 40 do século passado, recebem esse valor somente desde 1988. A luta do Sindisbor, em parceria com sindicatos do Acre e do Pará, é para que os seus integrantes tenham seus direitos equiparados aos homens que combateram na Segunda Guerra Mundial. “É uma causa mais do que justa”, afirmou Dalton di Franco. “Essa é uma história desconhecida, por incrível que pareça, em todo o Brasil, e acredito que por isso o governo federal não tenha se sentido pressionado a acatar os anseios históricos de um contingente tão importante”. Para auxiliar na luta pelos direitos dos soldados da borracha, o apresentador Dalton di Franco levará ao programa Na Hora do Rush, diariamente exibido às 17h, na Rede TV, nesta sexta-feira (25) representantes do sindicato, acadêmicos e professores que participaram do painel de Direitos Humanos que abordou a história dos chamados “arigós”. “O tema é importante e precisa ganhar repercussão nacional. Precisamos fazer a nossa parte, cada um de nós”, afirmou Dalton.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

OTIMISMO: Senador Acir Gurgacz acredita que Dalton Di Franco será o prefeito de Porto Velho

O senador Acir Gurgacz acredita que o jornalista Dalton Di Franco será o Prefeito de Porto Velho por reunir os pré-requisitos que o povo exige de um político: "Dalton já foi vereador e deputado estadual, tendo cumprido esses mandados com honradez e resultados positivos. É jornalista, radialista e publicitário respeitado. Formado em Administração de empresa, tendo fundado e dirigido a rádio FM Cultura de Porto Velho. Ele está concluindo o curso de Direito pela Ulbra, é professor universitário e tem bandeiras de luta. É profissional atuante na imprensa de Rondônia há pelo menos 40 anos. Fala e entende a língua do povo", enumerou o senador. O nome de Dalton Di Franco será anunciado nesta semana como pré-candidato único do partido para ser homologado na convenção do PDT no próximo mês. O Partido Democrático Trabalhista, segundo o senador Acir Gurgacz tem uma proposta para Porto Velho para os próximos anos. "Dalton está afinado, pronto para pilotar o projeto. Como administrador ele saberá aproveitar as oportunidades que se apresentam no momento. Ele é otimista e líder absoluto, pessoa muita querida pelo povo, aparecendo sempre como um dos preferidos nas pesquisas de concorrentes antes mesmo de ser anunciado como nosso pré-candidato. Entendemos que não podemos nos curvar ante aos problemas nem nos juntar àqueles que querem o pior para nossa Capital", afirmou o senador. De acordo com o senador Acir, o PDT tem bons quadros para fazer um trabalho diferenciado em Rondônia. Além de Acir, como senador, o partido tem o deputado federal Marco Rogério e o vice-governador Airton Gurgacz, eleitos por Rondônia. "Com o voto do povo de Porto Velho queremos eleger a maior bancada de vereadores para ajudar Dalton Di Franco governar Porto Velho". PARA SERVIR Agradecendo a confiança dos membros do PDT em Porto Velho, Dalton Di Franco colocou-se na condição de soldado do partido. "Filiado ao PDT há vários anos, ajudamos a eleger o senador e colaboramos na campanha em que a chapa que tem Airton Gurgacz como vice-governador vencesse. Agora, atendendo ao chamamento para pilotar o projeto 2012, queremos ser o soldado que vai lutar junto com todos os membros do PDT, sob a liderança inconteste do senador Acir. Conforme Dalton, o candidato do PDT poderia ter sido o professor e ex-vereador Mário Jorge, o jornalista Celso Gomes, ou o empresário Wanderley Oriane, pessoas de militância e capacitadas, mas quiseram os companheiros que fôssemos o nome para estar à frente da majoritária. Não vou decepcioná-los. Entendo que o poder que serve, é aprovado e desejado não só pelo povo, mas por Deus, a força que rege o universo. Antes de ser prefeito empreendedor, serei o prefeito servidor à serviço da causa do povo de Porto Velho", finalizou.

sábado, 19 de maio de 2012

DALTON DI FRANCO PARTICIPA DE ENCONTRO DO PCdoB

O jornalista, administrador de empresa e professor universitário Dalton Di Franco participou e discursou na Câmara Municipal de Porto Velho em encontro do PCdoB, hoje pela manhã. Pré-candidato a prefeito do PDT, Dalton cumprimento os camaradas companheiros, incentivando-os a participar dos projetos e destino de Porto Velho. Eu já falo há mais de 40 anos sobre os problemas de Porto Velho. Agora chegou a hora de eu fazer alguma coisa. Nao posso ficar omisso. Vamos juntos trabalhar para tornar nossa Capital segura e melhor - conclamou Dalton Di Franco, sendo aplaudido pelos presentes.

DALTON DI FRANCO APRESENTA TALK SHOW EM ENCONTRO DE CONTABILISTAS

As empresárias Valéria da Valfarma e Leda Pommer, dona das empresas La Pommer e Romannel, ambas de Porto Velho, e a contadora Maria Constância, vice-presidente do Conselho Regional de Contabilidade da Bahia, participaram na manhã deste sábado do Talk Show apresentado pelo jornalista, administrador de empresa e professor universitário Dalton Di Franco, como parte da programação do 6º Encontro Estadual da Mulher Contabilista de Rondônia, realizado pelo Conselho Regional de Contabilidade no Portal das Américas, reunindo contadores de Rondônia, Mato Grosso, Acre, Amazonas, Goiás e Rio de Janeiro. Durante o talk show, Maria Constancia contou sua história de vida como contadora. Aposentada, ela anunciou está aos 63 anos de idade assumindo duas oportunidades que lhe apareceram agora: assessorar uma faculdade na Bahia e pilotar um projeto político lançado em Porto Velho. Leda Pomer e Dra. Valéria falando sobre as ações empreendedoras de sucesso representadas pelas empresas que dirigem em Porto Velho. Os relatos emocionaram os presentes. Ao final do talk show abriu oportunidade de participação para o auditório formado por contadores e convidados quando a representante de Goiás anunciou o lançamento de um projeto nacional que é lançar, na próxima eleição uma mulher como candidata apoiada pela classe. Maria Constância, da Bahia, foi a indicada. Ela agradeceu a iniciativa e que topa o desafio, sendo bastante aplaudida. A contadora Avani, organizadora do encontro e o presidente do CRC, Antônio Rocha, agradeceram a Dalton Di Franco, por dirigir e apresentar o talk show, cabendo ao contador João Altair entregar uma lembrança ao jornalista.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Qual é o futuro da economia de Porto Velho?

Essa é a pergunta que muita gente vem fazendo. Como pré-candidato à prefeitura da Capital do Estado, já fui questionado diversas vezes a esse respeito. O povo está preocupado porque vem ouvindo falar que a cidade vai entrar em crise devido ao final das obras das usinas do Rio Madeira. Isso pode ser verdade, se ninguém fizer nada a respeito. Mas o que é preciso fazer? Em primeiro lugar é preciso que a gente se conscientize de que precisamos aprender com a nossa história. Quem não aprende com sua própria trajetória comete os mesmos erros duas ou mais vezes. Porto Velho cresceu com ciclos econômicos que começaram e acabaram sem nenhum tipo de planejamento. Assim aconteceu com o ciclo da borracha, com a construção da estrada de ferro, com o garimpo, mineração de cassiterita e outros. Cada ciclo terminando com o surgimento de bolsões de pobreza e falta de infraestrutura. Agora, de 2007 para cá, vimos começar um outro ciclo, que foi o da construção das usinas do Rio Madeira. Muita gente veio com emprego certo, mas teve gente que veio apostando no crescimento da economia, como também teve muito portovelhense investindo em função de uma demanda de mercado que hoje já está caindo. E agora? Cabe ao município correr agora para evitar o mesmo final de ciclo que sempre vimos acontecer. Para isso, olhando o problema dentro do ponto de vista do PDT, temos a certeza de que a solução está na educação e no trabalho. Mas não podemos pensar em deixar o portovelhense correr atrás de iniciativas que ninguém sabe se vão dar certo ou não. A palavra chave agora é a criação de um desenvolvimento sustentado. A população hoje precisa de emprego, assim como seus filhos e seus netos precisarão. Isso vai exigir que o município invista pesado em um levantamento das nossas vocações econômicas, para que possamos conhecer nossos verdadeiros potenciais e fazer apostas certas. Não podemos jogar nas costas da iniciativa privada, do cidadão, encontrar sozinho o caminho das pedras. Temos as ferramentas para fazer isso. Precisamos saber o que devemos produzir, qual mercado vamos atender e se temos matriz energética para isso. É difícil tomar decisões a esse respeito sem dados e sem pesquisa. Assim como também não dá para apenas investir no campo macro e deixar abandonadas as iniciativas pequenas e médias, que são tão carentes de informações e estudos de viabilidade. Essa é a primeira de uma série de questionamentos que quero tentar responder como pré-candidato à prefeitura de Porto Velho pelo meu partido, o PDT. Vamos nos debruçar sobre os problemas, olhá-los de perto e buscar soluções não apenas duradouras, mas estímulos à sociedade. Pois foi a sociedade que deu um show de iniciativa e pujança econômica nos últimos anos aqui na nossa Capital. Temos que pensar uma Porto Velho que seja terreno fértil para seus empreendedores, geradores de renda, de emprego e investidores na educação e na nossa vocação econômica. Um grande abraço a todos Dalton di Franco

sexta-feira, 4 de maio de 2012

DALTON DI FRANCO: EXEMPLO DE PERSISTÊNCIA E VITÓRIA!

Dalton Di Franco é filho de Rondônia. Nasceu no dia 02 de dezembro de 1960, no Seringal Recreio, na região de Vila de Papagaio, hoje Ariquemes. Filho do já falecido soldado da borracha Enéas Romulo de Melo (natural de Corumbá (MS) - hoje nome de uma rua na Zona Leste, e de dona Nazaré Amorim, natural do Lago do Cuniã. Filho mais velho de uma família de 12 irmãos.
Jornalista e radialista com atuação notória na imprensa da Capital nos últimos 40 anos. Fundador do Sinjor e dono da ficha de numero 159 do Sindicato dos Jornalistas do Estado. Formado em administração de Empresas é professor universitário, com especialização em metodologia do ensino superior. Orientador e membro de banca avaliação de conclusao de cursos da UNIRON. Consultor e palestrante de Marketing e Comunicação. Fundador e primeiro diretor-geral da Rádio Cultura FM de Porto Velho. Vereador eleito em 1988 pelo extinto Partido Municipalista Brasileiro, PMB; Deputado eleito emn 1990 pelo PTB, foi 3o secretário da Mesa Diretoria da 4a legislatura. Presidiu a Comissão de Defesa do Consumidor. Autor da criação da Capelania da PM; autor da criação da Patrulha Escolar, entre outros projetos de relevância social. Está concluindo o Curso de Direito, na Ulbra, estando no oitavo período. Há sete anos produz e apresenta o programa PLANTÃO DE POLICIA, na Redetv Rondônia, onde já dirigiu o Departamento de Jornalismo da emissora. Atualmente, produz e apresenta A Hora do Rush. Dalton Di Franco é casado com a professora Maria Gracineide, também natural de Porto Velho, graduada em História e pós-graduada em Gestão Escolar, pela UNIR. Pai de cinco filhos, ele tem quatro netos. Dalton é escritor. Ele é autor de O Vereador, com circulação dirigida, e Agentes da Lei, livro digital que está disponibilizado no endereço eletronico: http://agentesdalei.blogspot.com.br/. A obra conta a história dos organismos de segurança do Estado de Rondonia: Polícia Territórial, Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Sistema Penitenciário e Detran.

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Dalton Di Franco está preocupado com o período pós-usina

PORTO VELHO/RO - O pré-candidato a Prefeito pelo PDT, administrador de empresa, professor universitário e jornalista Dalton Di Franco afirmou que está preocupado com o destino de Porto Velho com o chamado período pós-usina. “O tempo de euforia com recursos de sobra está passando. No ano que vem vamos ter mais problemas do que recursos para administrar”, afirmou. As oportunidades de empregos já começam a minguar, considera o pedetista. “O comércio sentirá as consequências com o aumento da inadimplência e a queda nas vendas”, explicou. Num sentido contrário, com o aumento de população que a cidade testemunhou, continuará crescente a demanda nos setores de saúde e de educação. “Assim como a pressão social causada pela escalada da violência urbana, conseqüência até mesmo do desemprego”, prevê Dalton. Usando dados que são de domínio público, Dalton lembrou que arrecadação de ISS, imposto que é o carro-chefe da Prefeitura, saltou de R$ 41,3 milhões em 2008 (um ano antes dos trabalhos das usinas começarem de fato) para R$ 169,9 milhões no ano passado. “Mas isso tende a cair também”, acrescentou. “O município de Porto Velho passará a receber royalties quando as usinas estiverem gerando energia”, recorda. Estimativa da Fundação Getulio Vargas (FGV) aponta que a partir de 2014, os royalties referentes só a Jirau serão de R$ 5 milhões, chegando a R$ 31 milhões em 2020. “Mas até lá é preciso criar projetos de desenvolvimento para Porto Velho”, disse o pré-candidato do PDT. Numa eventual eleição do PDT, Dalton disse que lutará para consolidar o crescimento da cidade registrado nesses últimos três anos, bem como os avanços conquistados no mesmo período, “agora aprimorando a educação e também o sistema público de saúde, tanto em termos de cobertura da população como no que diz respeito à qualidade”. Dalton anuncia que intercederá junto ao Senador Acir Gurgacz e o deputado federal Marco Rogério, ambos do PDT, para que busquemos em Brasília os meios para minimizar esse quadro ameaçador. “O senador Acir já vinha fazendo discursos nesse sentido desde que assumiu a cadeira no Parlamento Federal. Agora precisamos agir, criando alternativas pontuais”, acrescentou Dalton. Artigo de autoria de Dalton Di Franco: Porto Velho pós usinas O período pós usinas já começou. Lembro dos discursos que o senador Acir Gurgacz fez em 2010 alertando para a necessidade de que o Estado fizesse um planejamento de trabalho para evitar que Porto Velho, em especial, se afundasse no final de mais um ciclo econômico de nossa história. Não podemos deixar que a Capital sofra como antes, no final do ciclo do ouro, da borracha, da barragem de Samuel. Não temos a opção de ficarmos à mercê da História e suas repetições. É tempo de agir. Uma coisa é fato: o esfriamento da economia da Capital tende a ocorrer exatamente agora, durante a corrida eleitoral municipal, na qual entrará a disputa pela prefeitura de Porto Velho. Sem sombra de dúvidas, quem for eleito prefeito terá um cenário muito diferente dos últimos quatro anos. Não teremos uma montanha de recursos para administrar, mas sim uma avalanche de problemas, caso nada seja feito agora, exatamente neste momento. O governo do Estado deu um passo no caminho certo com a liberação de R$ 7 milhões para o distrito industrial de Porto Velho, mas é apenas um passo. O investimento em nossa indústria pode causar reflexos em um momento além do que precisamos de fato em outros setores, como no comércio e nos serviços. E o que esses setores podem estar precisando HOJE para evitar uma queda de faturamento? Precisamos ouvir a sociedade e tomar a dianteira com medidas que são como canja de galinha, um remédio universal para qualquer problema: dinheiro barato para estimular a economia. Para isso temos a ajuda do governo federal, da presidenta Dilma que com coragem está forçando todo o sistema bancário a reduzir os juros. Isso pode ser muito importante neste momento em que comerciantes e prestadores de serviço precisem de capital de giro para corrigir o que precisa ser corrigido para atravessar esses tempos – que prometem ser difíceis. E onde nós, do PDT, entramos nisso? Entramos com a nossa certeza de que o caminho para que Porto Velho está na defesa do trabalho e na educação. Vamos conseguir suplantar uma ameaça de crise qualificando nossos trabalhadores, estimulando a nossa economia e fomentando a educação. Isso para otimizar a nossa eficiência, reduzir nossos custos e continuar fazendo nossa economia render mais, mesmo com menos. Essa é a forma como eu e o PDT encaramos essa situação. É preocupante, mas o povo de Porto Velho é forte e perseverante. Com as decisões certas continuaremos trilhando um caminho de sucesso para a nossa cidade. --